BSOP Millions: Ronan Andreu aplica 5-bet light na bolha do Main Event e faz Marcelo Correia foldar KK aberto; confira

A paixão pelo poker pode ser passada como um legado familiar. Na família Lisboa, foi exatamente isso o que aconteceu. O amor do pai Juliano, recreativo, foi transferido para o filho Maurício, que se tornou jogador profissional. No BSOP Millions, eles se encontraram nas mesas do torneio Mistery KO e protagonizaram um dos momentos mais épicos do evento.

“Foi até engraçado. Eu cheguei na mesa para cumprimentar ele, abracei ele e olhei o saquinho do lado e vi que tava o meu nome, falei ‘nossa pai, eu caí na sua mesa’. E o pessoal da mesa já deu uma olhadinha”, conta Maurício, mais conhecido pelo nick “brutallzinho” no online. O mineiro é jogador do Midas Team e o nick tem total influência do pai.

Juliano é o famoso “Brutalidade Máxima” das mesas ao vivo. “Ele ganha uma mão e grita isso, foi daí que surgiu o “brutallzinho”, meu nick. Ele é bastante conhecido no live”, conta o jovem jogador. Quis o baralho que essa reunião entre pai e filho não ficasse apenas no fato de estar na mesma mesa. Maurício foi o responsável pela eliminação de Juliano.

“Ele tinha perdido uma mão, ficou short e eu abri no big dele com 77. O Fernando “VC VEM” flatou do small e meu pai deu instashove com 18 blinds. Eu fui e shovei por cima. O “VC VEM” foldou, teve o showdown e meu pai tinha 83s. Ele joga pra frente para caramba, quem conhece ele sabe. Turn ele ainda ficou duas pontas e uma over, mas acabou segurando e eu puxei”, conta.

LEIA MAIS: BSOP Millions: Leandro Ruy é eliminado na mesa final do PLO High Rollers em cooler insano contra Thiago Grigoletti; confira

“Eu até assustei na hora do showdown, pensei ‘putz, os caras vão pensar que ele tá fazendo collusion comigo’. Mas o pessoal falou que era tranquilo. Quem conhece o meu pai sabe que ele é pra frente, joga para se divertir e não liga muito para o dinheiro”.

“É muito honroso poder jogar com o meu pai. Ele sempre me apoiou, comecei a jogar poker por conta dele. É bizarro poder jogar um torneio com ele e eliminar ele e ainda poder ganhar um KO em cima dele”, fala Maurício. Juliano foi o maior incentivador da carreira do filho.

“Aprendi a jogar poker por causa dele para passar tempo com ele. Terminei a escola e ele falou que me dava cinco anos para focar totalmente no poker. Faz três anos e meio que estou no Midas e tá tudo encaminhando”. A carreira do mineiro enche o pai de orgulho. “Demais. Bate no peito, fala ‘meu filho é jogador de poker’, muito feliz. Me considero muito privilegiado”, encerra o “brutallzinho”.

Juliano Lisboa, o “Brutalidade Máxima”, tem muito orgulho do filho Maurício (Crédito: H2 Club)

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio do Depois do River #22:

Author: admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *