Alexandre Vargas prestigia KSOP e fala sobre melhor momento da carreira

O KSOP tem sido um tremendo sucesso e muitos dos principais jogadores do Brasil tem comparecido aos salões do Sheraton Hotel, no Rio de Janeiro, para prestigiar um dos principais circuitos de poker a nível nacional. Entre o elenco de craques, nomes do online também tem procurado uma mudança de rotina para aproveitar a oportunidade, como foi o caso de Alexandre Vargas, carioca, que veio jogar no quintal de casa.

O jogador do Guerreiros Poker Team vive a melhor fase da carreira, com um big hit recente pelo vice-campeonato do Main Event Low da Bounty Builder Series, Alexandre veio com a expectativa alta para o KSOP: “é um evento espetacular e esse foi uma explosão, com garantidos quadruplicados. O online continua sendo mais rentável pra quem é profissional, mas é sempre bom jogar um live, né?”, fala.

Animado de poder sentir novamente a sensação de um torneio ao vivo e impulsionado pela forra recente, Vargas comentou também sobre o momento: “é baseado na consistência que eu conquistei nos últimos tempos. Acho que esse resultado é uma coroação de tudo que eu venho fazendo nos últimos três anos, onde consegui criar uma rotina de estudos, me dedicar 100% ao poker. Acho que o big hit vem de forma natural pra quem tá ali todo dia, volumando, estudando e tudo mais”, explica.

LEIA MAIS: Em rara aparição no live, Lucio Lima aproveita o KSOP Rio de Janeiro e fala sobre o pós-bracelete: “ritmo forte”

Alexandre ganhou US$ 57.993 no dia 18 desse mês, e as comemorações acabaram chegando junto com o KSOP. Além de rever amigos, ele comemorou a realização com as pessoas mais importantes de sua vida: “eu comemorei bastante com a minha família, meus pais que apoiaram o tempo todo, os amigos, minha namorada que ficou sempre do meu lado. Acho que todo mundo merecia comemorar um pouco também, tomar uma cervejinha. Tô muito feliz”, abre.

Sabendo da importância de estar bem rodeado para ter sucesso no poker, Alê também falou sobre a energia que sentiu no salão e sobre as palavras de apoio após o big hit: “acho que essa energia que troquei com amigos é muito especial. Eu tenho muitos amigos no poker e na vida e isso é mega importante pra mim. Acho que a maioria sabe o quanto venho batalhando nos últimos anos, me dedicando pra ter um resultado como esse. Eu sabia que ia vir, não sei se em dois anos, antes, mas acho que veio na hora certa”, define.

Feliz por todo o momento e com a estadia no KSOP, o jogador do Guerreiros quer mais: “eu vou jogar o Main Event, mais alguns até o final da reta, espero que dê bom, né? Tem que aproveitar a fase”, brinca. Para finalizar, ele fez um agradecimento especial: “tenho que citar os Guerreiros e meus generais Rodrigo Semeghini e Nico Villa-Lobos, que me apoiaram, me deram confiança e tiveram do meu lado o tempo todo. Eles têm uma mega importância nessa conquista”, fecha.

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #22 do Depois do River:

Author: admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *