Anderson Nicolau vence o Pot Limt Omaha 10K GTD

O primeiro torneio do Nordeste Poker Series deu a toada de come será toda a série nesses dias em Recife: emocionante. Reunindo diversos jogadores e muito alto astral entre as mesas, o On Fire foi um sucesso absoluto e terminou de maneira fenomenal, com reviravoltas, emoção e muita comemoração.

Reunindo um total de 376 jogadores, o torneio de R$ 230 tinha a disputa pelo ranking como uma atração a parte. Henrique Barbosa e Gabriel Bonfim disseram em entrevista que estavam de olho nesse torneio para começar a série com o pé direito e, durante o caminho, eles acabaram se encontrando, com Henrique levando a melhor.

LEIA MAIS: Com ideia inovadora de Wilder Brito, NPS traz novidade no High Roller e jogadores poderão fazer “Caça aos Coelhos”

E foi isso que aconteceu até o final. O jogador de Serra Talhada levou a melhor no torneio de maneira emocionante, fazendo uma FT espetacular e terminando no lugar mais alto do pódio. Henrique Barbosa bateu Rodrigo Chiva no heads-up e se sagrou como grande campeão do On Fire, recebendo R$ 15 mil pelo título e iniciando NPS com o pé direito.

Era esse torneio, inclusive, o que ele mais queria vencer e isso o deixou feliz: “O sentimento é muito bom, é incrível. Estou com a sensação de dever cumprido. Na estrada com meus amigos eu disse que o torneio que eu mais queria cravar era o On Fire, torneio muito difícil, como uma estrutura apertada, mais jogadores. Tô muito realizado”

A mesa final

Para chegar ao título, Henrique teve que passar por uma mesa final bastante complicada. Além do próprio Chiba, rival do HU, nomes como Ramon Pessoa e Sinésio Pinheiro dificultaram a vida do profissional do NeTTeam. Mas ele estava preparado para enfrentá-los e terminou lá em cima.

Durante boa parte da FT, Henrique Barbosa se manteve com um stack intermediário. Ele precisou aguardar os momentos certos para se movimentar e o fez com maestria, mostrando bastante paciência. Ele também explicou sobre isso: “eu comecei com a estratégia de procurar pontuar mais, ir mais além, então fui me segurando e esperando. Foi um jogo de pouco pós-flop, então era ajustar o range e atacar na hora que achasse ideal”.

A tática deu certo e ele chegou num heads-up bastante equilibrado. Mas logo nas primeiras mãos, uma jogada sem escape favoreceu o líder do ranking. Ele fez dois pares maiores contra dois pares menores de Chiba, e assumiu uma liderança significativa. Aí foi só esperar e consumar a vitória, fazendo a sua torcida explodir próxima à mesa.

Sequência do NPS e ranking

Além dos R$ 15 mil recebidos pela vitória, Henrique Barbosa somou pontos valiosos para o ranking do NPS, do qual ele é agora o líder disparado. Ele contou como isso vai influenciar a continuação do NPS: “agora eu vou jogar mais solto. Tinha um certo receio de não poder cair antes do Gabriel e do Léo Rizzo, sempre olhando pra ver o que eles tavam fazendo, se estavam vivos. Agora não preciso, é soltar o braço mesmo”.

Durante o On Fire, as coincidências ficam por conta de ter sido o próprio Henrique a eliminar os rivas diretos pelo ranking. Mas ele mantém a calma: “é jogar mais solto, mais tranquilo. Mas não acabou ainda não. Foi só o primeiro evento. Vamos pras cabeças”, finaliza.

Confira a premiação da mesa final:

1 – Henrique Barbosa – R$
2 – Rodrigo Chiva – R$
3 – Francesco Pagnini – R$
4 – Anderson Vasconcelos – R$
5 – Ramon Pessoa – R$
6 – Hugo Levy – R$
7 – Sinesio Pinheiro – R$
8 – João Pedro – R$
9 – Eduardo Paulo – R$

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!



Confira o episódio #22 do Depois do River:

Author: admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *