Antônio Carlos é o grande campeão do Main Event

Uma tarde especial marcou as mesas do NPS nesta segunda-feira (20). Contando pela última etapa da série em 2021, o torneio mais aguardado do circuito teve sua mesa final realizada em Fortaleza e, com direito a muita emoção, um novo jogador se sagrou campeão do Main Event do Nordeste Poker Series.

Com buy-in de R$ 650, o Main Event reuniu grandes jogadores da região para ir em busca da glória máxima no evento. Foram 379 inscrições ao longo de vários dias, com diversos craques marcando presença no field. Mas, ao fim da tarde de hoje, só um deles conseguiu soltar o grito da garganta

Enfrentando uma mesa final de altíssimo nível, Antônio Carlos construiu uma bela história e foi o grande campeão da última edição do Main Event do NPS em 2021, levando um excelente prêmio de R$ 45.000 e o troféu mais importante do circuito. Pela primeira vez nesse posto, Carlos não escondeu a satisfação e relembrou um pouco do percurso.

LEIA MAIS: Wilder Brito solta falinha sobre amigo, dá call em all in triplo e leva pote com straight flush no NPS

“Olha, a sensação é indescritível, indescritível. Chegar numa semi FT short, com sete blinds, tendo o vice-líder do ranking e Alen Fillipi na mesa, e ainda conseguir sair CL para a grande decisão é sensacional. Sensacional”, enfatiza o novo campeão.

A trajetória de Antônio Carlos no torneio foi especial. Depois de jogar os classificatórios e o Dia 2, ele chegou à mesa final com o mais temido rival no field. Atual campeão e voando desde o retorno ao live, Alen Fillipi colocava medo nos adversários, mas Carlos não se deixou levar pela pressão.

Começando como chip leader, ele fez com perfeição o trabalho esperado, pressionando os rivais e não deixando eles jogarem. O cearense foi o responsável pelas primeiras eliminações, e depois de Zeca eliminar dois de uma vez, Antônio Carlos despachou o craque Alen Fillipi, mostrando que era ele mesmo quem mandava.

“Eu tentei desde o começo botar pressão na mesa final. Claro, tava respeitando o Alen, que chegou bem deep. Tava preocupado com Bruno Aguiar na esquerda, mas consegui eliminar ele rapidamente. Então foi isso, com respeito, mas me impondo, dando 3-bets lights e por valor. Segurei quando precisou e deu tudo certo”, explica.

Desde o 5-handed, o jogador de Fortaleza já possuía mais da metade das fichas em jogo e, pouco a pouco, foi tomando a restante dos rivais. Depois da eliminação de Zeca Geleilate na quarta colocação, ele formou o 3-handed com Pedro Rodrigues e André Camara.

A situação foi a mesma. Com vantagem em fichas, ele não deu espaço para os rivais e confirmou sua grande liderança. Quando chegou ao heads-up, ele tinha uma larga vantagem e definiu sua bela vitória em um board sem escape, que fez ele e André Camara acertarem o top pair.

Com AK, ele venceu o KQ do adversário no board 456KT e garantiu seu nome escrito como campeão do Main Event. Agora, ele já espera por 2022 para defender o título: “ainda me considero recreativo, jogo há três anos, ainda preciso estudar bastante. Vou manter o foco e procurar aprender ao máximo. E, quem sabe, disputar o ranking”, finaliza.

Confira a premiação da mesa final:

1 – Antônio Carlos – R$ 45.000
2 – André Câmara – R$ 28.000
3 – Pedro Rodrigues – R$ 19.000
4 – José Geleilate – R$ 12.000
5 – Alen Fillipi – R$ 9.000
6 – Igor Nascimento – R$ 7.000
7 – André Luiz – R$ 5.500
8 – José Luiz – R$ 4.550
9 – Bruno Aguiar – R$ 3.900

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!



Confira o episódio #22 do Depois do River:

Author: admin

Leave a Reply

Your email address will not be published.