Bruno Foster analisa etapa de Recife e projeta a próxima

A madrugada de domingo para segunda-feira foi de fortes emoções nas mesas do NPS. Além do Main Event, vencido por Alen Fillipi, outro torneio presente na grade era o Last Chance, de R$ 250, que trazia uma última chance para os jogadores tentarem levar o troféu.

E foi exatamente isso o que aconteceu com Sinésio Pinheiro, um dos jogadores presentes em todos os dias da etapa, mas é profissional do online. Jogando pelo NeTTeam, Sinésio só compareceu ao salão do NPS após ter terminado o grind. A decisão acabou sendo a melhor possível.

LEIA MAIS: Jogador e empresário, Piragibe Ataíde prestigia o NPS e fala com visão especializada da volta do live: “cresce cada vez mais”

Engatando no Last Chance de última hora, ele conquistou o torneio e conseguiu garantir o seu primeiro troféu ao vivo. Além disso, depois de ter superado o field de 48 inscrições, Sinésio saiu com R$ 3.200 pra casa. E na hora de comemorar, ele não esqueceu de pessoas especiais, fazendo uma dedicatória muito bonita:

“É muito gratificante primeiro estar podendo jogar. Por isso gostaria de dedicar essa vitória as pessoas que trabalharam na linha de frente contra a Covid, todos eles, é por conta dessas pessoas que a gente pode estar fazendo o que ama, exercer nosso trabalho. Dedico também a quem perdeu alguém durante essa pandemia, não podia deixar de falar disso” começa o jogador.

Seguindo a linha de reconhecer a importância de outras pessoas na trajetória no poker, Sinésio seguiu: “quero dedicar também as pessoas que estão no dia-a-dia comigo, que se esforçam pra me ajudar. Minha mãe Dulce Angélica, minha namorada Laís Fernandes, meus companheiros de time e os instrutores Renan Bruschi, Ricky Ibrah, Shunzão, Gustavo Rêgo e Nello Neto. Eles confiam no meu trabalho, me ajudam a evoluir. Essas pessoas são muito importantes”.

O jogador do NeTTeam precisou passar por um difícil 3-handed até chegar ao título. Por lá, parecia que o craque Ramon Pessoa tomaria as ações, conseguindo uma bela arrancada na FT. Mas Sinésio, que começou com stack intermediário, brecou a disparada do adversário, colocou ordem na casa e, depois da queda de Ramon, superou Felipe “Azedinho” no heads-up para sair com a vitória. Ramon e Felipe receberam, respectivamente, R$ 2.500 e 1.400.

Depois de ter passado pela equilibrada decisão, o jogador, que mora em Recife, falou um pouco mais sobre sua vinda até o NPS: “eu grindei online, é meu foco, mas eu queria prestigiar meu companheiro de time Henrique Barbosa, mas acabei engatando e deu tudo certo. Foi muito legal levar esse torneio, porque no live você tem uma interação muito forte entre as pessoas, diferente do online, que é bem solitário. Foi muito gratificante”, finaliza.

Confira a premiação da mesa final:

1 – Sinésio Pinheiro – R$ 3.200
2 – Felipe Azedinho – R$ 2.500
3 – Ramon Pessoa – R$ 1.400
4 – Radames Ramos – R$ 900
5 – Rafael Valadares – R$ 600
6 – Newton Borges – R$ 400
7 – Arthur Menelau – R$ 300

Confira o episódio #22 do Depois do River:

Author: admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *