Doyle Brunson resgata foto do passado e relembra história complicada com mafioso: “o filho da p*** que tentou me matar”

A vida e a carreira de Doyle Brunson se mistura com a evolução do poker nos Estados Unidos. O experiente e lendário jogador atravessou gerações e viveu momentos distintos por várias épocas, com alguns deles sendo bem complicados. Num passado já longínquo, o jogador sofreu com algumas pessoas.

Ele mesmo relembrou uma dessas histórias através de seu Twitter no último fim de semana. O “Texas Dolly” resgatou uma foto do fundo do baú e não poupou o personagem na legenda:

“O filho da p*** que tentou me matar. Obrigado Benny Binion”

Anthony Spilotro, o homem na foto, apelidado de “Tony the Ant”, era uma mafioso americano. Ele foi um dos nomes que aterrorizou Las Vegas nas décadas de 1970 e 1980 e gerenciava lucros ilegais dos cassinos na região. A história por trás de uma possível ameaça de assassinato para Doyle Brunson também foi lembrada por ele anos atrás.

Segundo Doyle Brunson, “Tony Spilotro estava extorquindo todos os donos de hotéis. Além disso, muitos jogadores de poker. Eu era do Texas e não entendia. Eu disse a ele “Tony, você não pode matar todo mundo”. Ele me olhou com aqueles olhos de cascavel e disse ‘só tenho que matar o 1º’”.

A história não foi para a frente por conta da intervenção de Benny Binion, dono do Binion’s Horseshow Casino e também com atividades criminais. Spilotro morreu em 1986, aos 48 anos.

Confira o episódio #06 do Poker de Boteco:

O post Doyle Brunson resgata foto do passado e relembra história complicada com mafioso: “o filho da p*** que tentou me matar” apareceu primeiro em Mundo Poker.

Author: admin

Leave a Reply

Your email address will not be published.