Gustavo Campos é eliminado e estoura bolha do High Rollers do KSOP

O quadro “Que Jogo É Esse?” volta a ter Felipe Ketzer como convidado no KSOP Rio de Janeiro. O jogador gaúcho, sempre muito prolixo e com análises técnicas apuradas, jogou uma mão bem diferente no Dia 1 do Main Event do KSOP. Foi um raro 6-bet light e ainda teve alguns detalhes externos que influenciaram na jogada.

A jogada aconteceu nos blinds 400 / 800 e acontece depois do dinner break. Ketzer chega uns cinco minutos atrasados na mesa e assim que o retorna o big blind ainda está ausente. “Tudo o que ocorre na mão é meio que por causa disso”, ressalta Felipe. Depois de um regular abrir raise do UTG para 1.600 fichas, o jovem Edgar Kenji deu 3-bet para 5.200 do MP.

“Eu olho e tenho A6 off. Um claro fold numa situação normal, mas pela dinâmica da mesa, pelo big tá sitting out, achei que era um spot interessante para explorar e 4-betei para 12.000”, disse Ketzer, que tinha cerca de 65.000 fichas. Assim que ele conclui a jogada, o primeiro agressor solta uma frase que deixa o gaúcho sem reação.

“O UTG que tinha aberto a ação fala: “tu não tem vergonha?” Eu não tinha ação, não sabia o que falar, fiquei quieto. Só que nisso, o reg da minha canhota, o Edgar, bem agressivo na mesa, começa a pensar, pensar, pensar e entra no time bank. Ele conta as fichas e faz 19.800, 5-bet”, continua Ketzer.

LEIA MAIS: QUE JOGO É ESSE? Thalya Vivian é eliminada na primeira mão do Main Event do KSOP RJ após teatro de adversário

“Eu olho o stack dele, conto, ele tem cerca de 29.000, 30.000 para trás e começo a pensar com que mãos ele poderia fazer isso por valor. Pra mim não faz sentido fazer isso com AK, KK, QQ ele vai simplesmente shovar reto. A mão que faz sentido ele fazer isso é AA. Como eu tenho um A, eu bloqueio os combos dele, sobram três combos”.

Aos risos, Ketzer disse que tinha uma decisão a tomar, se seria a jogada ousada de dar all in ou foldar. “Na hora o que pesaria para um fold na minha decisão era que todo mundo ia ver A6 contra AA e iam rir demais. Eu pensei se tiver AA eu vou dar risada junto. Mandei, acreditando nisso que poderia ser muito light, porque só fazia sentido ser AA por valor”, fala.

Edgar deu o fold e Felipe não deixou passar a chance de dar o showdown com A6. “A galera caiu na risada e foi isso. Uma mão muito difícil de ser jogada assim, eu acho que nunca tinha jogado na minha carreira um 6-bet all in assim, mas achei que fazia sentido”, termina o raciocínio.

Kenji disse para Felipe que tinha AK e o gaúcho acreditou no adversário, dizendo que ele ficou se lamentando por um bom tempo do fold.

Confira os detalhes:

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #22 do Depois do River:

Author: admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *