Marcelo Dutra vence Last Longer e vive mix de emoções no BSOP Millions

O último dia de BSOP Millions, foi reservado para muitas emoções. Com as decisões de vários eventos ao mesmo tempo, grandes campeões acabaram sendo coroados. Um deles é o catarinense Brener Vicente.

O jogador foi responsável por bater o field de 369 entradas no 1-Day High Rollers de R$ 6.000, que teve US$ 400.000 garantidos. No entanto, com o número de inscrições, a quantia foi ultrapassada em cinco vezes.

A vitória de Brener Vicente foi bastante consistente. Durante todo o primeiro dia, o catarinense teve um grande desempenho. Contudo, ao formar o 6-handed final, ele acabou tomando uma dura fatiada em seu stack, o que não o fez perder as esperanças.

Focado, ele teve um período para recuperar suas energias, pois a mesa final foi paralisada às 6h00 da manhã pelo número de horas jogadas. Ele voltou com tudo e atropelou a concorrência. Brener foi muito bem recompensado com uma quantia de R$ 353.750. Após a vitória, o campeão falou sobre o título.

“Eu já joguei torneio de 3k, 5k, com muito cara bom. É diferente jogar esses torneios, pois a maioria dos adversários são pessoas que eu já admiro a muito tempo, desde quando eu não era ninguém no poker. Enfrenta-los é um grande reconhecimento e uma grande satisfação conseguir ser campeão”, disse.

As estratégias dos torneios requerem mudanças significativas de acordo com o field a ser enfrentado. Bastante humilde em relação ao field, o campeão disse o que pensava sobre os seus adversários.

LEIA MAIS: Em rara entrevista, Rodrigo Seiji fala de ano de muito trabalho e crescimento do 9Tales: “mudança de paradigma”

“A dificuldade nesse torneio é como qualquer outra, não se pode subestimar os adversários, eu já cometi esse erro. Eu acho que a soberba, ela mata você no poker, é necessário deixar o ego de lado. Por mais que o jogador seja recreativo, ele vai dar o melhor dele. No online, jogo em fields mais difíceis, mas eu sempre prefiro respeitar meus oponentes”, analisou.

Perseverante, Brener não se abalou com a bad beat sofrida na mesa final, devido ao seu lado psicológico bastante forte. Isso fez toda a diferença para a sua conquista em um dos torneios mais importantes da série.

“O poker é vida e morte o tempo inteiro, não se pode se remoer o tempo inteiro. A mão que eu perdi era standard, KK para JJ. Eu poderia ter caído em mãos antes, só que acabei jogando bem. É isso, não se abalar, manter o foco e o A-Game o tempo inteiro”, cravou.

O título veio para coroar um ano cheio de resultados. Previamente, Brener havia sido terceiro colocado no High Roller Light do KSOP em Outubro. Ele revelou ser o seu último torneio do ano e que vai tirar férias na Colômbia com a sua esposa. De quebra, aproveitou para agradecer as pessoas que fizeram parte da sua vitória.

“Agradecer a todos do Gorilas Poker Team, DR Poker Team e também a minha família que não pôde estar presente, mas vai chegar o momento que eu estarei em uma mesa final grande e eles estarão por perto me apoiando”, finalizou o campeão.

Confira a premiação da mesa final:

1º – Brener Vicente – R$ 353.750

2º – Raoni Kohatsu – R$ 224.280

3º – José Carlos Barbosa – R$ 162.100

4º – Tauan Naves – R$ 131.100

5º – Bruno Martins Moisés– R$ 103.750

6º – Christopher Alberto Gutierrez – R$ 79.870

7º – Marcio Giorge Martins – R$ 59.440

8º – Carlos dos Santos Neri – R$ 43.030

9º – Andrea Ribeiro Quadros – R$ 34.830

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio do Depois do River #22:

Author: admin

Leave a Reply

Your email address will not be published.