Na mesa da TV, Daniel Sanchez dá fold inexplicável pré-flop com KK no Dia 2 do Main Event do KSOP Fortaleza

Durante os torneios ao vivo, o momento da bolha costuma ser um verdadeiro show à parte. No KSOP Fortaleza isso não foi diferente. O salão do Hotel Grand Mareiro parou para conhecer o responsável por ficar com a posição mais ingrata do torneio.

Em um hand-for-hand bastante tenso, as ações se voltaram pra muitas mesas, porém, apenas um all in acabou acontecendo. O jogador francês Pascal Didier acabou dobrando o stack e seguiu no jogo.

Nesse momento, os jogadores se sentaram para jogar a próxima mão. Aí foi tenso, três mesas tiveram o famoso all in e call. Em uma delas, Paulo Gini conseguiu uma bela dobra e na outra, Pascal Didier escapou por muito pouco.

LEIA MAIS: Finalista do Monster Stack da WSOP, Rafael Reis prestigia o KSOP pela primeira vez: “percebi que é gigante”

Ai faltava apenas a mão que envolvia Dyego Matielo e o presidente da escola de samba Beija-flor de Nilópolis, o senhor Almir Reis. Ele também foi finalista no Main Event do KSOP RJ 2021.

A jogada aconteceu da seguinte maneira. No MP, Dyego abriu raise para 13.000 fichas e Almir pagou no big blind. O flop foi . O carnavalesco saiu liderando e colocou as suas últimas 80.000 fichas em jogo.

Dyego não pensou duas vezes e pagou. Almir mostrou e Matielo . Os dois acertaram top pair, no entanto, a diferença era o kicker. Quando o dealer foi autorizado pelo diretor do torneio a bater as próximas cartas, ele revelou um no turn, não mudando a situação.

Todos os jogadores do torneio ficaram em pé acompanhando a jogada. E o dealer fez o que muitos queriam. Um definiu a eliminação de Almir Reis na bolha do torneio. Com isso, os sobreviventes garantiram ao menos R$ 5.000.

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #03 do Poker de Boteco:

Author: admin

Leave a Reply

Your email address will not be published.