Peterson Machado é campeão do “Ranking Top 36” no KSOP Fortaleza

Os 36 melhores jogadores da etapa do Rio do Janeiro do KSOP, disputada em 2020, tiveram que esperar dois anos para participar do Freeroll valendo um Renault Kwid 0km. A espera acabou, o torneio teve um ótimo índice de presença e a festa ficou para o carioca Peterson Machado. Ele superou a forte concorrência para ser o grande campeão.

“Realmente demorou bastante para acontecer, mas a gente entende por conta da pandemia. Eu vim pra cá, todo mundo vem com o objetivo de ganhar, eu vim focado pra pegar desde a primeira mão. Praticamente não dormi ontem. Viradão, cansado, mas graças a Deus consegui gravar e é isso”, disse o carioca.

O evento foi jogado no formato shootout. Portanto, cada mesa contava com seis jogadores. Mesmo os que não vieram foram sorteados e os stacks ficaram “pingando” na mesa. O vencedor de cada mesa se classificava para a mesa final. Peterson enfrentou Paulo Gini, Richardson Cau, um rival estrangeiro e resumiu como foi esse primeiro teste.

LEIA MAIS: KSOP Fortaleza: confira opções de lazer e onde comer e beber durante a estadia na cidade

“Dos seis jogadores três não estavam aqui”, lembra. “O HU começou com três blinds (os ausentes) pingando e eu sem posição, é uma situação horrível. Aí chegou um chileno, um dos portadores do stack, que caiu rápido. Comecei com 27.000 e o oponente com 63.000 no blind 1.000. Consegui virar e durou uma hora, uma hora e vinte”, relata Peterson.

O disputado heads-up com Richardson Cau foi o último de todas as seis mesas a terminar. Peterson não teve nem muito tempo para descansar e logo depois a mesa final começou. Por lá, encontrou Adriano Iluminado, Elvis Renan, Temisthon Medeiros, Nicolas Velarde e Nelson Chain.

O regular rasgou elogios para a estrutura do torneio. “Eu gostaria de parabenizar a organização de fazer uma estrutura tão boa para um Freeroll. Confesso que cheguei aqui jogando um torneio turbo. Pelo contrário, jogabilidade do início ao fim. Não se apertou em nenhum momento, deu pra fazer tudo que tem de bom no poker: 3-bet, 4-bet, blefe, enfim”.

LEIA MAIS: KSOP Fortaleza: Após cooler no flop contra Paulo Gini, Bruno Foster acaba eliminado do High Roller Light

O 3-handed foi contra Velarde e Elvis Renan. “Nós três fizemos jus por merecer”, disse Peterson. Ele fez uma autocrítica forte sobre uma jogada com Q9. “As pessoas erram, jogada de donkey máximo. Como a jogabilidade é tão boa, consegui dar a volta por cima mesmo perdendo bastante ficha naquele spot”.

No heads-up contra Catholão, Peterson disse que “estava muito confiante que ia ganhar”. Também começando atrás como na primeira mesa, ele conseguiu virar o duelo para a cravada. A mão decisiva foi um coin flip de JJ contra KQ.

Confira a entrevista completa de Peterson Machado:

Confira a mão da cravada:

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio #02 do Poker de Boteco:

Author: admin

Leave a Reply

Your email address will not be published.