Phil Hellmuth perde pote de 1.650 blinds em cash game online

A guerra na Ucrânia está causando grande comoção ao redor do mundo. Como forma de represália contra a Rússia, os países tem adotado grandes sanções em para punir a invasão russa e tentar frear a ação do seu presidente Vladimir Putin.

No meio esportivo, algumas ações já foram tomadas, como o banimento da Rússia da Copa do Mundo 2022, troca de sede no Mundial de Voleibol e exclusão da seleção russa, GP de Sochi de Fórmula 1 cancelado, times excluídos de competições europeias de futebol e até no E-sports, algumas organizações de torneios estão banindo equipes russas das competições.

Porém, até o momento, nenhuma ação do tipo foi tomada na comunidade de poker. Em março, a Rússia seria palco de uma etapa do EPT, programada para acontecer na cidade de Sochi. Mas, com os conflitos na região, o PokerStars resolveu adiar a etapa para outubro de 2022.

LEIA MAIS: Como perder US$ 50.000 em 5 minutos: Daniel Negreanu “se diverte” com azar em 5 derrotas consecutivas em torneio High Roller

Essa atitude de apenas “adiar”, não agradou um grande jogador holandês. Inconformado com o posicionamento do PokerStars, a lenda holandesa Joris Ruijs, conhecido como “BillLewinsky” nos feltros online, e dono de diversos resultados no EPT, resolveu se manifestar em seu Twitter contra a ação tomada pelo site.

Na declaração divulgada, o holandês confirma o boicote a etapa do EPT Praga que terá início essa semana. Confira algumas partes do seu discurso traduzido:

O European Poker Tour (EPT) e o PokerStars Live até agora se recusam a cancelar a etapa russa em Sochi. Eles não divulgaram nenhuma declaração e simplesmente adiaram para Outubro. Os torneios de poker são um grande impulso para a economia local e proporcionam uma excelente oportunidade para liquidar ativos. É completamente inaceitável que, dada a situação atual, o EPT planeja organizar um torneio em Sochi”.

“Como um jogador de longa data e apreciador do EPT, estou e chocado com esta decisão e não participarei do EPT Praga a menos que o EPT venha com uma declaração clara e inequívoca condenando a invasão russa e afirmando que não organizará um torneio na Rússia, até que a paz seja restaurada. Peço às pessoas que expressem suas preocupações e façam o mesmo. Meu coração sangra pelo povo da Ucrânia e é minha sincera esperança que possamos permanecer unidos contra a violência”, escreveu Joris.

Aproveitando o post do seu compatriota, o polêmico Jans Arends “Graftkekkel” resolveu opinar sobre a decisão de Joris.

Concordo com o sentimento, mas há 0% de chance de que eles não cancelem Sochi eventualmente, então, nesse sentido, não acho que boicotar Praga valha a pena. O fato de eles não terem cancelado Sochi imediatamente é obviamente absurdo e eles deveriam ser chamados por isso”, disse Arends.

Outros jogadores e seguidores aplaudiram a sua atitude e concordaram com o boicote realizado.

Em informação apurada pelo Mundo Poker com uma pessoa ligada ao PokerStars, as etapas do EPT Sochi estão relacionadas a licença de operação do site no país. Com acordo realizado para fornecer o poker online no país, é necessário realizar duas etapas no ano. Portanto, será muito difícil o site abrir mão de um mercado tão importante como a Rússia.

Você acha que deve haver boicote de mais jogadores?

Confira o episódio #06 do Poker de Boteco:

Author: admin

Leave a Reply

Your email address will not be published.