Thiago Crema crava o 1-Day High Rollers do BSOP Millions: “especial”

O primeiro evento do BSOP Millions 2021 foi grandioso, quase triplicando o garantido de R$ 500.000, e terminou com um campeão à altura. Depois de uma longa jornada de poker, Thiago Crema foi o grande campeão do 1-Day High Rollers e começou com o pé direito ao conquistar um belíssimo prêmio de R$ 300.000.

Com buy-in de R$ 8.000, o torneio teve um field de 215 entradas e contou com grandes jogadores do país na reta. Não foi o primeiro de Crema no BSOP, mas a sensação para ele é como se fosse. “Dá uma tranquilidade para a série. Eu estava comentando com o pessoal, nunca tinha ganhado um BSOP mais relevante. Ganhei 10 anos atrás um side event bem pequenininho. Então foi um gostinho bem especial essa vitória”, disse o paranaense.

A arrancada de Crema começou bem antes da mesa final. Ele foi protagonista de um dos momentos mais importantes do torneio, a bolha da mesa final. O jogador do 4bet Team derrubou Kaue de Souza num blind war e passou a coletar muitas fichas a partir disso. Ele chegou na FT chip leader, mas foi uma verdadeira montanha-russa.

“Antes da mesa final eu fiquei grande perto da bolha mesmo. Fiquei short quase o torneio todo, fiquei grande numa mão na blind war. Fiquei com umas 70 blinds e consegui tocar bem, entrei chip leader na mesa final. Aí desandou tudo, mas desandou tudo para todo mundo. Foi uma loucura, all in para tudo que é lado, short dobrando. A hora que aconteceram algumas eliminações eu consegui ali começar a jogar e fluiu a partir dali”, analisou Crema.

LEIA MAIS: Pronto pra 2022, Rafael Moraes sente impacto em representar o PokerStars no BSOP Millions: “virou uma loucura”

No 3-handed, ele estava bem empatado com Saul Steil, enquanto Ricardo Souza tinha grande parte das fichas em jogo. Crema derrubou Steil em terceiro para R$ 142.500. O heads-up começou com vantagem levemente superior de 2:1 para o carioca, mas não demorou muito tempo para Crema empilhar potes e virar o duelo.

“Tenho bastante experiência por jogar online heads-up de torneios. É um pouco diferente, porque o ante é muito grande, então tem que jogar muitas mãos. Até treino um pouco esse tipo de modalidade para situações como essa. Acabou que consegui encaixar, heads-up é uma variância infinita. Peguei algumas mãos no começo do heads-up, consegui ganhar uns potes com umas mãos não tão boas”, falou o campeão.

Uma corrida definiu o torneio. Em all in pré-flop de A2 contra K7, Crema segurou depois do board trazer AJK33. “Ganhei numa race, se batesse as cartas dele estaríamos até agora jogando”, brincou. Mesmo após uma trajetória de quase 15 horas, o jogador do 4bet Team já está de olho no Super High Roller de R$ 25.000, marcado para esta quinta-feira (25).

“Sim, preparadíssimo. Plano é chegar umas 16h com umas duas horas de late e tentar buscar mais um título”, confirmou.

Confira a premiação dos finalistas:

1º – Thiago Crema – R$ 300.000

2º – Ricardo Souza – R$ 201.500

3º – Saul Steil – R$ 142.200

4º – Rafael Gioia – R$ 115.200

5º – Yago Simplício – R$ 91.200

6º – Wagner Ripper – R$ 69.200

7º – Mateus Carrion “Zinhão” – R$ 50.550

8º – Ricardo Neto – R$ 36.950

9º – Thiago Camilo – R$ 30.500

Ricardo Souza, Thiago Crema e Saul Steil

Para comprar e vender seus créditos de poker, indicamos a ROYALpag.com. Compre e receba em 5 minutos!

Confira o episódio do Depois do River #22:

Author: admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *